Monday, June 14, 2010

Girls, Circo Voador, 12.06.2010


Parece ser mesmo o destino dos showzinhos organizados pelo sr. Lúcio Ribeirome surpreender. A última edição do festival organziado pelo jornalista me mostrou que o Friendly Fires ia muito além da enxurrada de bandinhas indie dançantes pós-Strokes e Franz Ferdinand.
Minha primeira experiência com a banda nova-iorquina Girls não me disse nada. A segunda me impressionou pela singeleza de algumas letras, em especial "Hellhole Rat Race" e "Laura", além das melodias mais inspiradas que boa parte das bandas hypadas diariamente pela imprensa musical.
Porém, aos primeiros acordes da primeira música percebi o potencial da banda ao vivo. Interessante notar como a produção modernosa de "Album", seu primeiro disco, dá uima ideia errônea da levada da banda. A voz de Christopher Owens funciona muito melhor ao vivo do que nas gravações. O som tem muito mais punch do que se supõe a partir do trabalho em estúdio, remetendo às melhores bandas inglesas do início dos anos 90 - recuso-me a usar o termo shoegaze.
Como todo bom show no Rio de Janeiro, o público foi mirrado, mas interessado. Boa a iniciativa, tão óbvia, mas estranhamente tão rara no Circo Voador, de um stand com os discos das bandas da noite à venda.
Na mesma noite houve ainda o Men e o Zemaria. Êstou com preguiça de falar sobre elas, sendo que a segunda nem assisti. Estava tarde, chovia, fazia muito frio e eu queria ir para debaixo das cobertas.
Concorda? http://www.youtube.com/watch?v=kqSx3FxPe00

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

Free Web Site Counter
Free Counter <